🏳️‍🌈 1+1: A Matemática do Amor | Resenha

Após minha paixão por 'Simon Vs. A Agenda Homo Sapiens', resolvi me aventurar mais nos livros com temática LGBT e acabei recebendo várias indicações, entre eles, este nacional.

INFORMAÇÕES DO LIVRO

1+1: A Matemática do Amor
Augusto Alvarenga & Vinicius Grossos
256 Páginas | Faro Editorial
★★★★☆

Lucas e Bernardo são dois garotos, melhores amigos um do outro de toda a vida. De repente, recebem a notícia de que Bernardo irá se mudar com a família para outro país. Nesse momento, cada um a seu modo, percebe como valiosa era aquela amizade, algo que não queriam perder. Bernardo reage mal e se revolta.

Lucas tenta transformar cada dia que resta com o amigo na melhor experiência de suas vidas. Ele escreve uma lista de coisas para fazer e pretende cumprir uma por uma, em todos os detalhes. Mas, a cada dia, o fantasma da separação os assombra com um cronômetro lembrando que o tempo se esgota e, ainda assim, os dois passam por grandes momentos juntos.

Então os meninos percebem que há algo mais entre eles... um sentimento profundo, que não conseguem explicar e tornam todas aquelas experiências ainda mais intensas. Mas o que fazer com tudo isso quando se tem apenas 16 anos?

MINHA RESENHA

A vida era assim mesmo, feita de surpresas, chegadas e despedidas...
Lucas e Bernardo, amigos desde sempre, passam por várias experiências nas suas denominadas 'últimas férias'. O pai de Bernardo recebeu uma boa proposta de trabalho fora do país, decidindo assim com sua esposa a escolha por melhoria tanto da vida de ambos quanto do seu filho.

É a partir desse momento que o universo dos melhores amigos vira de ponta-cabeça. A decisão abala a amizade, fazendo assim conhecer o melhor e o pior de cada um, descobrirem coisas novas e a verdade no fim.

Com o livro dividido na visão dos dois personagens, confesso que no começo senti uma falta de característica própria, um texto meio clichê e com um tempinho até cansativo - mas ainda bem que foi somente aqui.

O livro se desenvolve super bem após, nos mostrando mais a amizade e as diferenças. Lucas é o garotinho fofo da história. apaixonado por leitura e péssimo em matemática. Bernado é mais extrovertido, é o menino dos esportes, games e apaixonado por matemática.Se levar em consideração o titulo e o que acabei de comentar, você vai entender um pouco da finalidade e o significado desse livro.
Lembra quando você dizia que às vezes 1+1 pode ser 1? Eu te entendo agora. Mas somos menos que um. Somos uma equação de divisões e saldos negativos.
Um romance fofo, sobre a amizade verdadeira, os últimos dias ao lado da melhor pessoa da sua vida e sobre tentar fazer algo inesquecível. São quatro fórmulas, para dois adolescentes que se completam em meio a uma montanha russa de emoções em dias contados para se deixar ir, é difícil.

Você vai se deparar com momentos de aquecer o coração, de causar angústia e raiva. Levar a descobrir e pensar sobre si, e em como atos brutais tanto na realidade quando na ficção dói. Sobre como os pais entendem melhor do que ninguém seus filhos e que a aceitação deixa tudo mais leve. Deixa você mais forte para enfrentar os desafios da sociedade ignorante.
A palavra, em si, não deveria carregar mal algum, mas, ao saírem das bocas de quem as profere, são como pedras, prontas para atingir o alvo. Será que nenhum menino consegue respeitar alguém que é apenas diferente?
Fico muito feliz de poder ter lido esse livro nacional e triste ao mesmo tempo por não ter um reconhecimento maior - os brasileiros tem aquela questão de não apreciar a literatura do seu próprio país, fazer o quê?

Compartilhe:

4 comentários

  1. Oi!
    É uma pena como você mesmo comentou sobre os autores nacionais, mas estou fazendo minha parte também, a cada cinco livros por mês que leio três são nacionais isso é minha meta desse ano e até agora estou conseguindo cumprir. Pois temos muito autores desconhecidos que tem histórias marcantes e com um enredo maravilhoso. Parabéns pela sua resenha fiquei curiosa em como os personagens conseguem resolver sua relação e em como desenrola a trama, obrigado pela dica!

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho bastante vontade de ler esse livro, gosto bastante da temática e do fato de se tratar de um autor nacional. Parece ser um livro bem emocionante.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    quando esse livro saiu fiquei be curiosa, mas depois fui perdendo o interesse, mas quando leio resenhas fico bem curiosa. Adoro livros que retratam amizades. Eu também estou tentando ler mais livros nacionais, mês passado li um e esse mês pretendo ler outro. Tem muitos autores bons para serem lidos. ótima resenha!

    beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Adorei a resenha sobre a obra, não conhecia muito do que ele tratava e agora fiquei mais curiosa pela leitura, concordo com você o reconhecimento sobre autores nacionais é muito pequeno mesmo nos dias atuais, temos que valorizar mais esse tipo de leitura, beijos!

    ResponderExcluir