Contos Aleatórios de uma Mente Solitária | Conto I


I. Me Salve por yelloobow

Às vezes, me pego pensando nas altas horas da madrugada sobre você. Seria a primeira pessoa a atender meu chamado de socorro? Iria entender minha posição sem perguntar os porquês e viria me buscar, me proteger daquilo que eu penso em fazer?

Nesses momentos fazemos cada pergunta idiota e até rimos, mesmo sabendo que o tempo está acabando, as lágrimas correm pelo rosto e tudo está se despedaçando. Você me salvaria?

Você mais que ninguém entende minha solidão, sabe quando preciso da sua melhor forma de amor, mas sempre peca quando eu necessito de ajuda. Por causa disso, a gente vem se afastando. Não conversamos como antes e sempre ouço garrafas quebradas ao fundo de seus áudios.

Sei que com outros casais, as portas deveriam estar se fechando, mas com a gente, isso faz com que eu me importe mais com você. Deveria pensar duas vezes, mas seu nome vem sempre em primeiro lugar. Quem necessita de ajuda sou eu, não você.

Sua boca sorriu ao dizer que se importava comigo, mas já estamos longe demais. Nosso amor foi longe demais. Sonho com nosso passado e choro pelo presente. Estávamos vivendo por nós, agora vivemos por você e eu estou morrendo.

Me pergunto toda noite. Pergunto... E pergunto... Pergunto.... Me salvaria? Estava escorregando pelo infinito, mas agora vejo o chão. Será mesmo o chão ou apenas um buraco escuro demais para ver o seu fim.

Três. Quatro. Cinco toques. Vejo a esperança desaparecer e nossas lembranças virarem pó. Vou sentir falta dos nossos momentos. Sei que não tem volta. Não vou conseguir encontrar uma pessoa melhor, mas você pode. O tempo é seu amante. O meu tempo é a morte.

Não importa no que você pensou antes, eu nunca estarei lá quando ligar. Ligue para outra pessoa ou não ligue. Agora eu me pergunto... E pergunto... E pergunto.... Você se salvaria? Se protegeria? Teria atendido minha ligação quando eu comecei a me despedaçar?

Estive sozinho e você curtindo. Quando precisei de seu amor, me negou por bebidas. Você não me salvou e sabe que não irá se salvar. O problema não era eu, sempre foi você.

via GIPHY

Compartilhe:

5 comentários

  1. Olá, tudo bem? Acho essa situação muito complexa, ao mesmo tempo que não precisamos de algum para nos salvar, pois deviamos bastar-nos, precisamos de alguém para ser nosso porto, isso é importante, é uma pena quando não há recíproca. Você escreve lindamente.

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    (As aflições de uma alma solitária pode de várias maneiras nos trazer uma amarga emoção, são só minhas divagações) Parabéns pelo texto quando li senti lá no fundo do peito um certo aperto, nós não nascemos para ficar sozinhos precisamos uns dos outros para nos completar, e o que li é triste, perceber que precisou tanto de apoio numa hora crítica e não tinha com quem contar, parabéns pelo texto adorei ler!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que conto forte! Muito bem escrito, mas sombrio e triste, nem sempre há alguém para nos salvar e precisamos nós mesmos sermos nossa salvação.

    ResponderExcluir
  4. Oi Ytalo.

    Achei seu texto interessante. Ele contém uma escrita meio forte para quem está vivendo uma situação parecida. A solidão é algo muito profundo e sempre deixa a pessoa com dificuldade de manter o convívio social.Eu acho que a própria pessoa tem que se salvar. Parabéns pelo texto.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi,
    Que forte .. jesus kkkk fiquei meio sem chão com suas palavras, isso nos faz pensar em muitas coisas, no passado e no futuro. Lindo!!!

    Beijokas

    ResponderExcluir