LOCKDOWN | Peter May

by - abril 06, 2020


Imagine que você escreveu um livro, enviou a editores, foi rejeitado por todos por não ser realista e agora, 15 anos depois, em meio a uma pandemia mundial ele ser aceito e amplamente divulgado. Como você se sentiria? Bom, isso aconteceu com o romancista escocês Peter May.

Em 2005, Peter escreveu sobre uma pandemia global onde o epicentro seria Londres, mas ele não tirou tudo isso de sua mente. O autor usou como guia documentos de preparação para uma possível pandemia do ano de 2002 em territórios britânicos e norte-americanos.

                                                                                                                                                                   

Lockdown2.jpg

Eles disseram que 25% da população contrairia a gripe. Entre setenta e oitenta por cento deles morreriam. Eles haviam sido expostos diretamente a ele, e as chances não eram boas.

UMA CIDADE NA QUARENTENA

Londres, epicentro de uma pandemia global, é uma cidade em confinamento. Violência e desordem civil fervem. A lei marcial foi imposta. Ninguém está a salvo do vírus mortal que já acumula milhares de vítimas. Os serviços de saúde e emergência estão sobrecarregados.

UMA CRIANÇA ASSASSINADA

No canteiro de obras de um hospital temporário, os trabalhadores da construção encontram uma bolsa contendo os ossos de uma criança assassinada. Um assassino implacável foi solto na cidade; Sua missão é tomar todas as medidas necessárias para impedir que os ossos sejam identificados.

UMA CONSPIRAÇÃO PODEROSA

Jack MacNeil conta as horas do seu último dia com o Met e é enviado para uma investigação. Sua carreira está em ruínas, seu casamento acabou e sua própria família foi tomada pelo vírus. Forças sinistras estão rastreando cada movimento seu, preparados para matar novamente e esconder a verdade. O que o impedirá primeiro - o vírus ou os assassinos?

                                                                                                                                                                   

Para saber um dos resultados da história, apenas lendo, mas para se ter uma noção: milhões de pessoas isoladas para impedir a propagação do vírus. Alguma semelhança com nossa atual realidade? #medo!

As editoras que entraram em contato com Peter consideraram o romance irreal e irracional, então deixou esquecido na gaveta. Um fã do autor, pediu para que ele escrevesse algo com o contexto do coronavírus e como ele já tinha um, entrou em contato com o editor que leu o livro em um dia e já correu para publicar.

Lockdown está disponível em Kindle na Amazon UK e será lançado em brochura e audiolivro em 30 de abril. Para o Brasil, o livro segue sem nenhum grupo editorial para a versão nacional.

Você Pode Gostar

8 comentários

  1. MAS GENTE! Quando esse livro foi lançado? Que medo haha. Adoro livros que possuem uma narrativa em Londres e fiquei curiosa com esse, mas principalmente pelo contexto que ele promete. Vou deixar a dica anotada.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Achei interessante sua dica, mais sinceramente não realizaria leitura nesse momento, sou tão fraca para essas questões e o bombardeio de notícias tristes diariamente já estão sendo super difíceis de digerir, talvez consiga ler após tudo estar bem, gostei de saber que tem e-book facilita um bocado a nossa vida, ótima resenha!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Mas genteee, que loucura esse livro, fiquei até arrepiada! Aguardo ansiosamente o lançamento no Brasil para ler essa obra. Adorei a dica!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Que medo haha. Nem animo de ler ou assistir filmes com essa temática durante a pandemia, acho que ficaria paranóica demais. Mas parece ser um livro interessante. Quando nossas vidas tiverem voltado ao normal, se já tiver sido lançado por aqui, definitivamente irei procurar para ler.

    ResponderExcluir
  5. Oi Ytalo.

    Que livro! A história parece ser uma loucura. Com certeza quero conferir essa história o mais rápido possível porque minha curiosa está nas alturas. Obrigada pela dica, adorei.

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Nossa que coisa a história antes do lançamento do livro.
    Os editores não sabem de nada mesmo, caramba.
    Fiquei curiosa e espero que alguma editora lance ele aqui também.
    Parabéns pela divulgação e valeu pela dica.

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Me dá um medo de ler sobre esse assunto, já basta esses canais sensacionalistas, ficar propagando o medo e a discórdia, mas temos que enfrentar de frente pois é sobre nós mesmos. Achei muito interessante a proposta do livro visto que faz muito tempo que foi escrito e só agora foi lançado. Parabéns pelo post, estou curiosa em ler e vou procurar na Amazon, obrigado pela dica!

    ResponderExcluir
  8. Não sei se leria o livro neste momento, mas fiquei muito curiosa não só pela história, mas pela história por trás do livro, às vezes esquecemos que o mundo editorial é comercial em sua essência!

    ResponderExcluir