🗺️ Por Lugares Incríveis | Resenha #20

by - abril 17, 2020


Violet e Finch acabam se conhecendo de uma maneira inesperada, no alto da torre do colégio, levados por um possível pensamento em comum: pular. Desistindo da ideia, acabam descendo e com pouco tempo criam uma amizade interessante, trazendo questões sobre a vida e a morte.

Juntos precisam ir aos lugares incríveis de Indiana para um trabalho de geografia, mas ambos carregam traumas, sofrimentos e questões pessoais, sendo necessário conhecer melhor o outro além dos rótulos.

Por Lugares Incríveis - Edição Especial - Saraiva
Título: Por Lugares Incríveis
Título Original: All The Bright Places
Autor(a): Jennifer Niven
Edição: Capa Dura, 336 páginas
Classificação: ⭐⭐⭐⭐⭐
Goodreads | Skoob

Com a história dividida entre a visão de Violet e Finch, Jennifer Niven faz o leitor percorrer vielas desconhecidas da vida dos dois, fazendo-o desbravá-las para ir além do que os personagens transparecem.

Violet tem suas próprias intensidades. A questão de perder a irmã que tanto amava e de ter suas denominadas circunstâncias atenuantes a deixaram um pouco longe da realidade, longe de conseguir seguir em frente sem esquecer o que passou e o sentimento de culpa.

Finch reúne uma cadeia de traumas que só acumulam devido sua relação familiar, o ambiente escolar, questões pessoais e entre suas versões. A experiência que diz ter aprendido a não falar o que realmente está pensando para fazer com que as pessoas enxerguem apenas o que ele quer demonstrar, o lado tranquilo e bonzinho por assim dizer, deixa marcas.

"Estou lutando para permanecer nesse mundo caótico de merda. Ficar no parapeito da torre do sino não é pra morrer. Ã‰ pra ter controle. Ã‰ pra nunca mais dormir de novo" - pág. 22.

Entendo por que a autora cria um foco na narrativa dele e cava sequencialmente seus pensamentos e os expõe. Quando percorria a trajetória de trezentas e dezoito páginas, senti o poder que pode causar as rotulações, brincadeiras e desatenção com uma pessoa e sua mente.

Um silêncio pode carregar um grande fardo, as tentativas de precisar estar desperto pode nos levar ao ápice e uma amizade ou amor pode mudar muitas coisas em uma pessoa, enxergando o mais profundo dela muito além das suposições.

"(...) Finch irritado. Finch imprevisível. Finch louco. Mas não sou um conjunto de sintomas. Não sou uma vítima de pais horríveis e de uma composição química mais horrível ainda. Não sou um problema. Não sou um diagnóstico. Não sou uma doença. Não sou uma coisa que precisa ser salva. Sou uma pessoa" - pág. 261.

Em trechos, Violet e Finch trazem Virgínia Woolf e Cesare Pavese entre mensagens, tanto para ser algo comum para os dois quanto para um flerte. Usando-os também para descrever dores e sentimentos profundos, tinha momentos em que eu apenas fechava o livro, chorava pela madrugada e um turbilhão de coisas surgiam em minha mente.

Momentos como a banheira ou quando a cadência do sofrimento começou trazia relances sobre uma possibilidade do fim e eu queria apenas retardar o acontecimento, mesmo já sabendo dos caminhos que seriam percorridos. Você pode se perguntar sobre isso, mas sim, eu assisti o filme antes de ler o livro.

"—Você não está sozinho. - Antes que eu diga 'Na verdade, estou sim, o que é parte do problema; estamos todos sozinhos, presos num corpo e na nossa própria cabeça, e qualquer companhia que temos na vida é passageira e superficial" - pág. 232

Mesmo tendo um conhecimento sobre como as coisas poderiam ou não acontecer, me senti imerso na leitura e esse fato não afetou nada. Foi minha primeira experiência com a autora e confesso que me apaixonei inteiramente por tudo. Por Lugares Incríveis é um livro que aborda sobre luto, bullying, depressão e pensamentos suicidas com um romance adorável e reflexões sobre a vida.

Você Pode Gostar

15 comentários

  1. Deve ser um livro que machuca e abre a mente pra assuntos dolorosos, eu vi o filme e já não contive as lágrimas, imagina lendo-o. Resenha impecável, parabéns ❤

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Li esse livro recentemente, mas não tive coragem de assistir ao filme, pois só vi falarem mal, haha. Adorei tua resenha, é uma leitura realmente apaixonante!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Esse livro e filme estão na minha lista de leitura. Ainda não consegui ler mas, quero muito. Acho os temas abordados no livro muito importantes para serem discutidos.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Ytalo!!

    Eu to com esse livro em minha estante HÁ ANOS!! Saiu o filme e eu resolvi por ele na meta de leitura desse ano para desencalhar o coitado e ver o que eu acho da leitura claro, eu ainda não vi o filme, só pretendo ver de pois de ler o livro, algumas, amigas, não ficaram muito satisfeitas com ele, eu preferi esperar! Estou ainda mais ansioso pela leitura agora, voi ver se leio ainda no mês que vem!!

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Ainda não tive chance de ler esse livro, vi que saiu filme ou série nãos sei direito e dai a história teve mais um bum!Fiquei bem curiosa para conhecer melhor a obra!

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem? Faz um tempinho que conheço o livro mas ainda não li. Quando teve a estreia do filme no Netflix fui correndo assistir mas não consegui terminar ainda =/ Uma pena. Mas achei interessante a autora focar nos conflitos de ambos os personagens e no relacionamento deles. Com certeza traz muitas reflexões. Espero ler em breve. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  7. Eu li esse livro pouco tempo antes da adaptação sair na Netflix. Entre o filme e o livro, eu fico com o livro, pq achei o filme meio ruim. Mas se for olhar só o livro, ele não me emocionou em nada. Eu só achei ele muito triste, mas isso pode ter acontecido por que eu fui com as expectativas lá em cima pra esse livro... Não sei, mas eu já li livros que salvaram e esse não foi um deles, eu só fiquei triste.
    Mas fico feliz de ver tanta gente gostando, é importante colocar a nossa saude mental em pauta, acho isso extremamente necessário nos tempos que estamos vivendo.
    Adorei teu post!

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li o livro apesar de tê-lo em ebook, estou esperando passar a adenalina de ter assistido o filme e odiadoooo o final, quase enfartei de tanto chorar. É uma história, ou histórias impactantes.

    ResponderExcluir
  9. Oiieee

    Esse livro aborda temas sérios, necessários mas pesados, mas o que marca a diferença é a escrita da Niven que prende a gente e conduz o interesse até a última página. Também quero ler outros livros dela.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Não conhecia o livro, mas lendo sua resenha ficou claro que os sentimentos envolvidos no enredo é de arrebatar, de refletir as atitudes e conceitos. Parabéns pela resenha senti uma vontade tremenda de conferir o livro e o filme, obrigado pela dica, abraços!

    ResponderExcluir
  11. Que bom que a leitura te envolveu tanto, isso ficou visível em sua resenha sensível e detalhada, concordo que o silêncio pode carregar um fardo difícil, confesso que gostei bastante de ler sua resenha.

    ResponderExcluir
  12. Olá tudo bem?
    Já tenho esse livro em minhas estante há muito tempo, até mesmo a minha irmã leu ele primeiro do que eu. Quando soube que a adaptação sairia, me animei, mas acabei postegando a leitura. Devido ao tema delicado e eu não estar numa fase tão boa assim, acredito que esse livro possui gatilhos e portanto não o lerei agora. Mas adorei a sua resenha.

    ResponderExcluir
  13. Sua resenha está tão profunda e tocante que, se eu não tivesse lido o livro, fatia só pelo o que li! Eu gostei desse livro, mas confesso que esperava algo diferente, sabe? Não sei dizer exatamente o que... talvez, por saber o que iria acontecer. :(

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? Estou com esse livro aqui para ler, e espero me surpreender positivamente. Vejo que é um enredo que ou as pessoas amam demais, ou odeiam. Espero entrar no primeiro grupo, e sua resenha me deixou mais curiosa ainda. Adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir