Liberty High e Seus Problemas | Literature-se

by - maio 13, 2020


Em meio a divulgação do teaser da última temporada de 13 Reasons Why, resolvi trazer a vocês meu ponto de vista em relação a todo o conjunto da polêmica série da Netflix. Li o livro e aclamei a série, mas depois repensei bastante sobre tudo e cheguei a conclusão de que é um produto juvenil com insistência em ser necessário para a atualidade mas com descuidos, exageros e gerando conteúdo tóxico para o público destinado.

O início de tudo acontece na Liberty High após a morte de uma aluna, Hannah Baker, onde por sua visão entendemos melhor o que se passava em sua mente e os acontecimentos que levaram a decisão de tirar sua própria vida. Um bom enredo para uma única temporada, mas que foi sugado até a última gota produzindo assim mais duas temporadas com cenas desnecessárias e um enredo decadente. 


A melodramática traz em sua primeira temporada uma visão ampla sobre Hannah, amigos próximos e conhecidos que acabam gerando conflitos, tornando em algo sombrio e destrutivo. A amizade de Clay e Hannah soou verdadeira, mas nem isso conseguiu segurar os aspectos negativos.

A segunda temporada tentou mostrar seriedade, justiça e como o suicídio e as revelações de Hannah afetavam as pessoas próximas a ela, mas foi frustrante e chegando ao ápice com cenas de violência sexual forte, trazendo assim para a terceira fase uma incerteza nos personagens e a tentativa de humanizar  um estuprador e agressor.


Trazendo tantos contextos importantes para a saúde mental adolescente, a série se perde nos pontos de discussão fazendo, por exemplo, que um massacre em uma escola pode ser evitado com um simples ato de bondade momentânea. 13 Reasons Why tenta convencer a si e ao público que é a voz da geração ao mesmo tempo em que se recusa a lidar com a complexidade dos personagens na tentativa de trazer um significado mais profundo para tal.

Quando a série estreou, fiquei interessado pela sua história por trazer tantos levantamentos sociais e ampliar a conversa sobre suicídio, depressão e afins. Eu realmente era louco pela série, mas percebi que foi apenas um momento, nada daquilo mudou algo em mim. A segunda temporada veio para acabar de vez com todo meu hype pela série e terceira me fez desistir de tentar entender aonde queriam ir com tudo isso.

Os temas principais ficaram em segundo plano, as cenas para perturbar foram colocadas em primeiro e tudo virou uma grande bagunça. A única temporada que vale a pena se deslumbrar é a primeira, já que as consequentes são um rolo de desculpas com personagens inconsistentes e acontecimentos desconfortáveis.
Título: Os 13 Porquês
Título Original: 13 Reasons Why
4 Temporadas, 49 Episódios
Disponível na Netflix

Você Pode Gostar

0 comentários